Todos os anos, milhões de jovens encerram seus ciclos de estudos no Ensino Médio e ao tempo iniciam seus preparos para disputar as vagas no vestibulares distribuídos por todo o Brasil.

Além disso, temos o Enem – o Exame Nacional do Ensino Médio – que funciona como o seu boletim oficial para se candidatar às vagas em universidades de acordo com a carreira escolhida e a nota final obtida no exame.

Mas entre o Ensino Médio e as suas (muitas) deficiências – qualidade geral do ensino, professores mal remunerados e desmotivados – e as universidades, existe um player que pode ajudar muito a conseguir a tão sonhada entrada na faculdade: os cursos pré-vestibular.

Eles podem suprir você de conhecimento e ajudar nessa conquista. Vamos falar um pouco da importância desses cursos, e você para saber mais acessando o blog Sisu Prouni. Se você quer aumentar as suas chances de dar um grande salto acadêmico, invista no seu futuro com cursos pré-vestibular!

Quais os cuidados para escolher um curso pré-vestibular?

Alinhe a escolha à carreira que você quer seguir

Existem cursinhos que acabam se especializando em segmentos como Humanas ou Exatas. Alguns se especializam em algumas instituições como a Fuvest.

E outros focam no aprendizado de quem busca algumas carreiras específicas, como Medicina e Engenharia. Por esse motivo, é importante você pesquisar se na sua região existe um cursinho que vai atuar mais de perto para a carreira que você escolheu. Isso te dará mais confiança e preparo.

Qual o melhor tipo de cursinho para você

Basicamente a duração e frequência são os diferenciais para essa escolha. O seu objetivo e o nível de preparo atual são os pontos para decidir o melhor formato.

  • Extensivo: dura o ano todo e é muito usado por quem tem o ano inteiro para estudar ou disputarão vestibulares muito concorridos;
  • Semi-extensivo: duram um semestre e é normalmente para quem quer disputar vestibulares de meio de ano;
  • Intensivo: é o clássico de três a quatro meses para intensificar o aprendizado às véspera de um vestibular.

Nada impede que você faça um curso extensivo ainda estudando no Ensino Médio. Porém, é importante ver se você terá disponibilidade e disposição física, pois é um ritmo muito pesado. E ainda pode colocar a sua graduação em risco.

Conheça as escolas que você selecionou

Dentre as opções, avalie:

  • Quantidade de alunos por aula;
  • Taxa de aprovação para universidades de primeira linha;
  • Qualidade do material didático usado;
  • Qualificação e experiência dos professores, especialmente em universidades;
  • Se tem site, blog e redes sociais atuantes e com conteúdos que ajudam;
  • Se tem plantão de dúvidas.

Quais os benefícios de um curso pré-vestibular?

São focados no conteúdo de interesse

Os cursinhos não são abrangentes como o ensino escolar, eles focam em matérias e temas que frequentemente são usados em provas de vestibular. Isso ajuda muito a ganhar conhecimento novo ou reciclar em um espaço curto de tempo e com mais foco para as provas.

Mais confiança

Sem dúvida, estar em um cursinho, aprendendo ou revendo matérias que caem nas provas, ajuda na segurança e na confiança do estudante. É uma vantagem competitiva.

Tem modelos de ensino variados

Hoje em dia temos cursinhos presenciais – ainda a maioria – e os cursinhos online, onde você pode assistir as aulas em casa, sem precisar de deslocar até o curso.

Isso representa um ganho grande de qualidade para os estudos. Em cursos presenciais, você pode receber acesso online a bibliotecas de livros e artigos digitais que vão fortalecer o seu conhecimento, além de outras iniciativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *