Faça você mesmo: festa de criança!


Um festa infantil para um filho, sobrinho ou neto sempre é um momento muito especial e aguardado com carinho por todos, desde o envio dos primeiros convites.

O tema começa a ser desenvolvido – e a partir de uma idade da criança, ela mesma já definiu por aquele personagem que está fazendo sucesso em todos os lugares.

Mas até chegar na felicidade das crianças e nos elogios dos pais, tem muito caminho e desafios pela frente. Uma festa infantil é um verdadeiro projeto onde tudo precisa funcionar para dar o melhor resultado.

Com alguns cuidados, a festa que você organizar pode fazer muito sucesso, sem grandes dramas e sem precisar de um empréstimo para salvar as suas contas depois de todos os convidados se forem. Vamos falar de alguns deles.

Festa infantil 1 – decida o tema com o máximo de antecedência

Sim, o aniversariante precisa decidir o tema logo – uma boa conversa resolve, o que não pode é decidir pela festa da Frozen um mês antes. Você vai precisar tirar férias e gastar muito mais.

Com a maior antecedência, você pode pegar dicas de lugares onde vendem materiais de festas, planejar as compras, pesquisar pela internet lojas online que vão entregar a tempo a bons preços e até usar peças de festas de amigos.

E por que não apostar em um tempo original? Seu filho gosta de cozinhar? Um tema restaurante ou pizzaria vai surpreender todos e deixar ele mais feliz. E você pode montar com itens mais fáceis de comprar ou ter em casa.

Festa infantil 2 – definir a lista de convidados

O número de convidados é fundamental para definir comidas e bebidas. Quinze coleguinhas de escola são, no mínimo, 30 pessoas. Portanto, só convide todos se seu orçamento – e o espaço – suportarem.

E lembre-se: é uma festa infantil, então invista principalmente em pessoas com crianças na faixa de idade e adultos sem crianças que sejam indispensáveis – padrinhos, tios, avôs – para que não acabe acontecendo duas festas em uma – e nenhuma das duas agradar.

Uma dica: pense em uma festa só com as crianças, com os responsáveis deixando e pegando no final. Você poderá se dedicar com mais tranquilidade a um público apenas e gastar menos.

Festa infantil 3 – resolver a lista de comidas e bebidas

Sendo uma festa infantil, devemos priorizar o que os pequenos comem: pequenos salgados e sanduiches, pipoca, batata frita e outros. Para os adultos, mais quantidades de todos estes itens.

Para as bebidas, eu recomendo evitar as alcoólicas: dão trabalho para gelar – e dificilmente agradam os exigentes – além de serem caras e só servirem aos adultos. Uma festa com sucos, refrigerantes e água é a ideal.

Festa infantil 4 – investir no entretenimento

As crianças estão cada dia mais ativas e precisamos tira-las do celular por algumas horas para se divertirem entre si e ter ótimas histórias.

Os clássicos brinquedos – cama elástica, escorrega, balanços – ajudam bastante, mas se o orçamento permitir, contrate uma equipe de animação ou um mágico/animador. Eles conseguem reunir as crianças em torno de atividades e os adultos também se divertem com elas.

Sobre a música: invista as infantis intercaladas com músicas adultas espirituosas e sem apelo; muitos pais não gostam e você não quer ver sua pista esvaziar. Deixe as mais adultas para o final, quando as crianças estão cansadas e satisfeitas. Mas ainda assim é uma festa infantil; diversão adulta com moderação.

Festa infantil 5 – marcar a festa com lembrancinhas

Este é um item obrigatório nas festas infantis, os pequenos mimos para agradecer a presença dos pequenos.

Uma boa ideia é presentear logo na chegada se for itens lúdicos para que as crianças interajam e se distraiam. Também pode entregar no final, em sacolas boca de palhaço que são ótimas para dar lembrancinhas para a garotada.